Sergio Moro não consegue comprovar acusação contra Bolsonaro com base em vídeo

0
276
Sergio Moro não consegue comprovar acusação contra Bolsonaro

Sergio Moro não consegue comprovar acusação contra Bolsonaro com base em vídeo. De acordo com decisão do ministro Celso de Melo do Supremo Tribunal Federal, o vídeo foi divulgado nesta sexta-feira, 22.

Contudo, o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, não comprova a acusação feita pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir nos trabalhos do comando da Polícia Federal, afirmou à Reuters uma fonte ligada à ala jurídica do governo.

Entretanto, na avaliação dos auxiliares do governo é que não foi de todo ruim a divulgação feita pelo ministro Celso de Mello. Isto porque a grande preocupação era com trechos que poderiam prejudicar relações diplomáticas, disse a fonte.

No entanto, ao apresentar dias atrás a gravação de dois trechos da reunião ao Supremo, a AGU disse que Bolsonaro referia-se à sua insatisfação quanto à segurança pessoal. O que nada tem haver com a troca da Polícia Federal.

Em contrapartida, na avaliação de assessores jurídicos do presidente, não há demonstração de indício de crime cometido por Bolsonaro ao fazer cobranças aos ministros no encontro.

Contudo, o procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo a abertura de inquérito sobre a fala do ex-ministro. O procurador no entanto, só irá se pronunciar sobre o vídeo na próxima semana, disse uma fonte. Aras quer assistir ao vídeo com calma, cada uma das partes liberadas pelo STF. Ele não viu ainda a gravação, somente procuradores da sua equipe esta semana, informou a fonte.

Até mesmo Janaina Paschoal, que atualmente é contra o governo disse que o vídeo divulgado pelo STF tem potencial para reeleger Bolsonaro.

Facebook Comments