BNDES se Manifesta sobre Prisão do Ceo da JBS

0
99
BNDES se Manifesta sobre Prisão de Wesley Batista
CEO da JBS é preso

BNDES se Manifesta sobre Prisão do Ceo da JBS

O BNDES fez um comunicado à imprensa sobre a prisão do Ceo da JBS. Segundo o comunicado, o Conselho de Administração da companhia é a instância adequada para escolher um administrador interino nos termos da Lei 6.404/76 (Lei das S.A.).

Para o BNDES, qualquer que seja o desenrolar destes fatos, contribuiria para o melhor interesse da companhia.  E sua preservação e sustentação, o início de uma renovação de seus quadros estatutários, inclusive com a abertura de um processo seletivo para a escolha de um novo CEO para a empresa em caráter definitivo.

O BNDES é detentor de 21,3% do capital da empresa por meio de sua subsidiária de participaçõesm, a BNDESPAR. O BNDES defende a realização da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para deliberação acerca das medidas a serem tomadas pela companhia. Objetivando a defesa dos seus direitos e interesses com relação às responsabilidades por prejuízos causados por administradores, ex-administradores e controladores envolvidos em atos ilícitos já confessados.

O BNDES recorreu da decisão judicial que suspendeu a realização da assembleia por 15 dias no último dia 1° de setembro. O Banco entende que a assembleia deve acontecer o quanto antes. Sem conflito de interesses que seria caracterizado pelo voto dos controladores, questão que foi levantada pela BNDESPAR, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, e acolhida pelo Judiciário de 1ª instância em decisão liminar.

Há alguns meses o BNDES busca a retirada do presidente-executivo da companhia, Wesley Batista. Além da contratação de auditoria externa para apuração dos fatos narrados nas delações premiadas dos irmãos Batista

Facebook Comments