Com a Queda da Selic Poupança pode Render Menos

0
75
Com a Queda da Selic Poupança pode Render Menos
Poupança pode perder rendabilidade

Com a Queda da Selic Poupança pode Render Menos

O Banco Central vem reduzindo a taxa básica de juros (Selic) m quase que todo mês. Atualmente é esta em 9,25% ao ano. O Banco Central já sinalizou que pode levar a taxa abaixo dos 8,5% na sua próxima reunião, em setembro.

Então começam os questionamentos sobre a rendabilidade dos investimento. Com a queda da Selic para 9,25%, a grande maioria dos fundos de renda fixa disponíveis nos grandes bancos perde competitividade em relação à poupança.  Os fundos de investimentos são pouco atrativos principalmente por conta da taxa administrativa. Isso ocorre porque a taxa de administração “come” parte do rendimento. Além disso, a alíquota de Imposto de Renda pode chegar a 22,5% nos saques com prazo inferior a seis meses.

Com a taxa Selic em torno de 9% ao ano, se o investidor não tiver disciplina muito grande e fizer uso dos recursos antes de seis meses no Tesouro Direto, vai cair na alíquota de 22,5% e poderá ter um ganho menor que na poupança.

Com juro entre 9% e 8,75%, a poupança ganha força porque o retorno na LFT dependendo da faixa de imposto. Além do imposto, se o investidor pagar alguma tarifa para a corretora ou mesmo a taxa de custódia da bolsa, de 0,30% ao ano, o ganho líquido do investidor pode se aproximar de 6%.

Selic abaixo de 8,5%

Se a taxa cair para 8,5%, o cenário pode melhorar um pouco para outras aplicações pois o cálculo da poupança muda e deixa de ser a Taxa Referencial (TR) mais 0,5% ao mês, ou 6,17% ao ano, e passa a ser de 70% da Selic.

Isso garante uma previsibilidade maior para o investidor, já que a TR depende de cálculos do BC sobre os juros dos CDBs dos bancos.

Facebook Comments