IPO – O que é Como Funciona a Oferta Pública de Ações

0
460
IPO - O que é Como Funciona Oferta Pública de Ações
Abertura de Capital IPO

IPO O que é Como Funciona

Esta sigla vem do inglês e significa IPO (Initial Public Offering), em bom português entenda oferta pública inicial. A IPO se aplica ao mercado de ações, quando uma empresa vende ações para o público pela primeira vez. Entenda também que a IPO significa abertura de capital. É a primeira vez que os proprietários da empresa renunciam de parte dessa propriedade em favor de acionistas em geral. O principal motivo da abertura de capital é captar recursos.

Benefícios para a Empresa

A oferta pública significa que a empresa se tornou bem sucedida o suficiente para exigir muito mais capital para continuar a crescer. Muitas vezes é a única maneira da empresa obter dinheiro suficiente para financiar  sua expansão.

Para os proprietários finalmente é hora de tirar proveito de seu trabalho árduo. Então eles costumam vender uma grande porcentagem das ações e assim fazer milhões no dia em que elas se tornam públicas. A abertura de capital também permite que as empresas atraiam os melhores talentos oferecendo a opção de receber ações. Elas podem pagar um salário menor a esses primeiros executivos com a promessa de que eles podem ter um retorno substancial na abertura de capital.

 Desvantagens da abertura de capital para a Empresa

O processo exige uma grande quantidade de trabalho e isso pode distrair os líderes da empresa de seus negócios, o que pode prejudicar os lucros. É um processo caro e burocrático. É necessário um banco de investimento para ajudá-los com as complexidades do processo. É possível que os proprietários da empresa fiquem com o dinheiro da venda de suas ações para si mesmos.

Em vez disso, os investidores originais podem obrigá-los a colocar todo o dinheiro de volta no negócio. Mesmo se os proprietários ficarem com ações, eles podem ficar impossibilitados de vendê-las por anos ou até mesmo serem realmente proibidos de vender as ações.

Mesmo que este não seja o caso, eles poderiam prejudicar o preço das ações se começassem a vendê-las em grandes quantidades. O que poderia ser visto como uma falta de confiança das partes. Os proprietários poderiam perder o controle da propriedade de seus negócios. Uma empresa pública enfrenta apurações e regulamentos muito mais intensos da CVM e dos acionistas, o que faz com que muitos detalhes sobre o negócio da empresa e seus proprietários se tornem públicos. Isto pode fornecer informações valiosas para os concorrentes.

Muitos investidores ficam animados com a possibilidade de um IPO pois existe a chance de comprar ações por um preço muito baixo e ver os preços subirem de forma rápida e substancial. Fato que nem sempre ocorre.

Contras e Prós para Investidores

É possível que as ações do IPO muitas vezes possam disparar em valor quando são vendidas pela primeira vez no mercado de ações, conferindo grande lucro aos acionistas. No entanto, como a ação nunca foi negociada publicamente, existe um desconhecimento em relação à alguns fatores importantes para análise de uma ação como volatilidade e demanda. Às vezes o valor das ações dispara no dia da abertura de capital, mas despenca alguns dias depois

Como é o processo de abertura

Este processo demora cerca de 1 ano e custa mais de 2 milhões reais em taxas, honorários e outras despesas. A maioria das empresas designam uma pessoa da equipe para ser o gerente de projeto. A equipe noralmente é constituída por  Banqueiro de investimento, Advogados, Contadores, Especialista da CVM no Brasil (Comissão de Valores Mobiliários).

O próximo passo é começar a juntar a informação financeira que inclui identificação, venda ou exclusão dos ativos não rentáveis e encontrar áreas onde o fluxo de caixa pode ser aumentado. Algumas empresas também buscam uma nova gestão e um novo conselho de administração para conduzir a nova empresa pública.

Cronograma – IPO – O que é Como Funciona Oferta Pública de Ações

Cerca de 8-10 meses antes da data que o IPO está previsto, as empresas montam o prospecto e o divulgam para comentários. Esse prospecto inclui um histórico das demonstrações financeiras de três anos. Em seis meses os contratos de transição de propriedade devem ser escritos.

As demonstrações financeiras são realizadas e submetidas à auditoria. Três meses antes do IPO, o conselho se reúne e analisa a auditoria. A empresa é listada na bolsa de valores onde vai emitir suas ações.

No último mês a companhia deposita seu prospecto junto à CVM, emite o comunicado à imprensa e finalmente vende as ações. Além das taxas iniciais as empresas pagam cerca de R$1.000.000,00 por ano em taxas apenas por ser uma empresa pública.

Facebook Comments