Paypal e Mercado Livre ampliam parceria

0
790
Paypal e Mercado Livre ampliam parceria

Paypal e Mercado Livre ampliam parceria para permitir que usuários de seu serviço de pagamentos Mercado Pago no Brasil e México possam fazer transações no restante do mundo. A notícia foi divulgada pelo vice-presidente de operações do Mercado Livre, Stelleo Tolda.

Contudo, ele disse que o aumento da parceria permitirá que usuários do Mercado Pago no Brasil e México recebam remessas de dinheiro na carteira de digital que mantêm com a empresa.

O PayPal estará disponível como opção de pagamento nos sites que aceitam Mercado Pago no Brasil e México. Fato que agrega 300 milhões de clientes. O PayPal também será aceito no Mercado Livre, para que usuários de outros países possam comprar no Brasil e no México”, afirmou Tolda.

Veja Também:

Parceria entre Cielo, Jequiti e Next oferece benefícios.

Primeira semana de Janeiro com descontos de até 70% é promessa do Magazine Luiza.

Entretanto, a parceria foi firmada depois que a PayPal se comprometeu em investir 750 milhões de dólares no Mercado Livre. A proposta de investimento será feita através de uma oferta de ações realizada em março.

No entanto, mesmo não havendo estatísticas oficiais, executivos do setor estimam que pelo menos 50 milhões de contas de pagamentos já tenham sido abertas no Brasil. Várias delas por instituições que têm banco no nome, porem, com licença de instituição de pagamentos ou em parceria com elas.

É importante entender que o mercado brasileiro de meios de pagamento conta com centenas de novas empresas surgindo ao longo dos últimos dois anos. Contudo, elas podem ser usadas para receber e transferir recursos para contas correntes e até pagar boletos, as contas de pagamentos atendem o público que demanda menos produtos financeiros.

Com isto, o PayPal estará disponível como opção de pagamento nos sites que aceitam Mercado Pago no Brasil e México. O que vai agregar 300 milhões de clientes. O PayPal também será aceito no Mercado Livre, para que usuários de outros países possam comprar no Brasil e no México.

Facebook Comments