Selic a 5,5% é a nova decisão do Copom

0
822
Selic a 5,5% é a nova decisão do Copom

Selic a 5,5% é a nova decisão do Copom. O anuncio que já era aguardado pelo mercado foi confirmado nesta quarta-feira. O Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic em 0,50 ponto percentual Com isto, dá prosseguimento ao afrouxamento monetário retomado na última reunião em julho

No entanto, a queda de 6% para 5,5% ao ano está em linha com a previsão do mercado, com base na precificação nos juros DI. É a menor taxa básica de juros da história recente.

Entretanto, o PIB do 2º trimestre apresentou um crescimento acima do esperado pelo mercado. O resultado foi alta de 0,4% sobre o período anterior. O Banco Central continua avaliando a atividade econômica aquém do seu potencial e, por isso, prescreve uma política monetária estimulativa.

Contudo, a principal razão para o novo corte nos juros, é recuperação lenta da atividade econômica. De acordo com o cenário-base divulgado pelo colegiado após a reunião da política monetária.

Veja também

Cielo nega negociações com Stone.

Softbank deve aumentar posição no Banco Inter.

De acordo com o último relatório Focus, os analistas de mercado reduziram a projeção do IPCA para 3,45% neste ano. E ainda 3,80% em 2020, abaixo do centro da meta de, respectivamente, 4,25% e 4%. Contudo, ainda dentro da margem de tolerância de 1,5%.

A desvalorização recente do real em relação ao dólar e previsão de a moeda americana encerrar 2019 a R$ 3,90 não provocou perspectiva de aumento inflacionário. O repasse cambial à inflação está limitado devido à baixa atividade econômica.

Em outras palavras, o Banco Central em comunicado afirmou “O Copom avalia que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira tem avançado, Contudo, enfatiza que perseverar nesse processo é essencial para a queda da taxa de juros estrutural e para a recuperação sustentável da economia.”.

Facebook Comments