Geadas impactam produção de cana-de-açucar e café

0
610
Geadas impactam produção de cana-de-açucar e café

Geadas impactam produção de cana-de-açucar e café. O final de semana foi de geadas em várias regiões brasileiras. Geadas foram relatadas em várias áreas agrícolas no Brasil no fim de semana. Isto inclui as regiões produtoras de café e cana-de-açúcar, e as cooperativas e empresas esperavam algum impacto ao avaliar a situação.

As culturas mais sensíveis ao clima como cana, café, milho e trigo de inverno tarde plantados são as culturas mais sofreram ​​nas regiões sul e sudeste do Brasil.

O país está no meio da colheita do café, e qualquer impacto será sentido apenas na safra do ano que vem. Os comerciantes estavam esperando uma safra recorde em 2020, quando o país retornar ao ano-a-ano no ciclo bianual do arábica. Mas não está claro agora se a produção pode ultrapassar o recorde de 2018 perto de 62 milhões de sacas de 60 kg (132 lb).

Contudo, se houver dano os produtores de café podem cortar o topo das plantas para eliminar partes queimadas. E assim preservar a parte inferior das árvores na esperança de recuperação para a próxima safra.

As empresas e cooperativas de café pediram a agrônomos visitas aos campos para uma melhor avaliação. A produtora de açúcar e etanol São Martinho SA disse que 12 mil hectares de canaviais foram atingidos por geadas. No entanto, disse que espera que eventuais perdas na produção sejam pequenas.

Muitas fotos de culturas atingidas pela geada foram postadas nas redes sociais nesta segunda-feira, 08. Mas também não ha garantias que todas as fotos de fato sejam de estragos recentes.

A cooperativa de café Minasul, em Minas Gerais, afirmou que as geadas atingem principalmente áreas baixas e montanhas. “Ainda estamos avaliando, mas parece claro que haverá algum impacto na produção”. O comunicado foi do presidente do Minasul, José Marcos Magalhães, à Reuters.

Facebook Comments