Os principais eventos do mercado para a semana

Os principais eventos do mercado para a semana. A semana promete ser muito movimentada. Contudo, os investidores terão a chance de analisar um novo lote de dados econômicos para avaliar a saúde da economia global. E ainda se os bancos centrais manterão um caminho de flexibilização na política monetária.

Os dados brutos trimestrais do produto interno bruto da Alemanha e da zona do euro serão divulgados na quarta-feira. O consenso é que o resultado do PIB da zona do euro tenha crescido 0,2% no segundo trimestre. Contudo, na Alemanha, a maior economia do bloco, espera-se que tenha encolhido {{ec-131||0,1%}}.

No entanto, a economia alemã que dependente de exportações, está duramente atingida pela guerra comercial entre Washington e Pequim. Em contrapartida as preocupações crescem de que possa estar em recessão, depois que os dados da produção industrial de junho apontaram para o maior declínio anual em quase uma década.

As atenções também estarão voltadas a flutuações no valor do yuan. Além da análise de investidores para descobrir se uma queda abaixo do nível de 7 por dólar representa uma estratégia deliberada de Pequim para desvalorizar a moeda em resposta às ameaças tarifárias do governo de Trump.

Acredita-se que um esforço para enfraquecer o yuan poderia desencadear uma guerra cambial que pode forçar outros bancos centrais regionais a reduzir as taxas de juros. O aumento as tensões entre os EUA e a China pressionou ações e títulos para baixo. Com isto, moedas de mercados emergentes caíram e provocaram uma fuga para a segurança dos dólares, do ouro, do iene e até uma busca pelo bitcoin.

No Brasil estão sendo retomados os trabalhos para a aprovação da reforma da previdência. Movimentos e falas do congresso podem influenciar o humor dos investidores na Bovespa. Além de resultados de empresas que serão divulgados.