Privatização da Eletrobras deve sair apenas em 2021

0
693
Privatização da Eletrobras deve sair apenas em 2021

Privatização da Eletrobras deve sair apenas em 2021. O governo Jair Bolsonaro não deve vender mais nenhum ativo até o fim deste ano. Isto em função do cenário de crise e volatilidade com o coronavírus, ambiente que também jogou a privatização da Eletrobras (ELET3) para 2021. A informação foi do secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Salim Mattar.

Contudo, o Ministério da Economia passou a contar com a privatização dos Correios, Codesp e Telebras somente em 2022. O planejamento anterior era para o segundo semestre de 2021. Para a EBC, a expectativa foi mantida em 2022.

Veja também:

Com petróleo na mínima histórica analista vê falência pela frente.

Fundo imobiliário com cemitérios e funerárias na crise do covid 19.

No entanto, de acordo com o secretário com a bolsa nesse nível não é o momento ideal de vender esses investimentos, essas participações. “Nós teremos que ter momento oportuno, em que o mercado retorne. Para que nós possamos dependendo desses valores que pertencem ao cidadão pagador de impostos– vender essas participações pelo melhor preço possível”, afirmou ele.

Desta forma, o secretário também afirmou que o BNDES vai reter o pagamento de Instrumento Híbrido de Capital e Dívida (IHCD) à União neste ano. Com os recursos sendo utilizados para financiar cadeias importantes da economia em meio à crise.

Facebook Comments