Império Cielo corta dividendos e lucro dos acionistas

Império Cielo corta dividendos e lucro dos acionistas. E o império das maquininhas mostra cada vez mais fraqueza em meio a concorrência do setor. A Cielo anunciou queda nos dividendos dos acionistas para 30%. Por conta disto, a projeções de lucro que era anteriormente de R$ 2,3 bilhões a R$ 2,6 bilhões estão extintas.

Contudo, as projeções da empresa para o ano já não eram das melhores. Agora com os novos números a situação ficou ainda pior. o “guidance”, conjunto de comentários que uma empresa faz a respeito das perspectivas para suas atividades, anunciado em janeiro deste ano aos investidores, não passava de 2,6 bilhões de reais. Em comunicado divulgado ao mercado, a empresa controlada por Bradesco e Banco do Brasil não estabeleceu novas estimativas.

No entanto, a Cielo pagou para seus acionistas no primeiro trimestre 70% a título de dividendos e juros sobre capital próprio. Em contrapartida, para os próximos três trimestres do ano, a distribuição será cortada para 30%. De acordo com o Ceo da empresa o objetivo do corte é investimento. “Investimentos estes necessários para enfrentar a concorrência”.

O anúncio foi feito pela Cielo na ultima sexta-feira 24/05. No mesmo comunicado a empresa informou que as decisões “refletem o ambiente competitivo no qual a Cielo está inserida. No entanto,o seguimento tem se tornado mais acirrado ao longo dos últimos meses. Tudo isso, em face de ações anunciadas e implementadas por outras companhias do setor”.

A Cielo que chegou no passado, a ser protagonista no mercado de crédito das maquininhas. Atualmente vem perdendo terreno constantemente um número cada vez maior de concorrentes.