Quatro mil Hyundai e Kia afundam nos Estados Unidos

0
73
Quatro mil Hyundai e Kia afundam nos Estados Unidos

Quatro mil Hyundai e Kia afundam nos Estados Unidos. Um navio com cerca de 4 mil carros novos tombou e pegou fogo na costa do Estado norte-americano da Georgia.

Contudo, o navio Golden Ray levava modelos da Kia e da Hyundai e tinha como destino final o Oriente Médio. Logo após o acidente, 20 tripulantes, incluindo o capitão, foram resgatados pela Guarda Costeira dos EUA. Outros quatro sul-coreanos que ficaram presos na casa de máquinas foram retirados do navio na última terça, 10.

De acordo com o comandante da Guarda Costeira, Norm Witt especialistas em salvamento marítimo estão trabalhando em um plano para remover o Golden Ray do local onde o navio virou. Entretanto, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, afirmou que o objetivo é reabrir o porto de Brunswick até esta quinta-feira, 12. O porto foi fechado em virtude do acidente com o navio.

Isto porque, Brunswick é um dos portos mais movimentados dos EUA para o transporte de automóveis. Anualmente, mais de 600 mil veículos e máquinas pesadas são movimentadas em suas docas.

No entanto, o Golden Ray é um dos 60 navios da frota da Hyundai Glovis com capacidade para transportar 6.933 veículos. O cargueiro saiu da Coreia do Sul carregado de carros da Kia e Hyundai e tinha como destino final o Oriente Médio.

Veja também

Secretário da Receita Federal é demitido.

Novas regras para devolução de imóvel comprado na planta.

Após parar em Brunswick, na Geórgia, para descarregar, o Golden Ray partiu em direção a Baltmore. Cidade no Estado de Maryland, onde faria uma nova entrega, mas tombou antes.

Contudo, da tripulação, seis sul coreanos, 13 filipinos e o comandante norte-americano foram resgatados logo após o acidente. Isto segundo informações do ministro de relações exteriores da Coreia do Sul. O acidente ocorreu próximo à ilha de St. Simons, na Georgia. Dos 24 tripulantes 3 ainda estão desaparecidos.

Entretanto, as causas do tombamento do navio ainda não foram esclarecidas. A guarda costeira local continua trabalhando para estabilizar a embarcação.