Especialistas acreditam que crise será 4 vezes pior que crise imobiliária

0
719
Especialistas acreditam que crise será 4 vezes pior que crise imobiliária

Especialistas acreditam que crise será 4 vezes pior que crise imobiliária. Contudo, estima-se que os EUA terão a maior taxa de desemprego desde a Segunda Guerra Mundial, de acordo com uma previsão do Goldman Sachs.

Nos EUA, a taxa básica de desemprego deve atingir 15% “e isso ainda subestima a gravidade da situação”, diz Jan Hatzius, economista-chefe do Goldman.

Muitos trabalhadores ficam de lado e não procuram emprego em meio a uma reabertura antecipada da economia. Isso acompanhará uma queda do PIB nos EUA de 11% em relação a um ano atrás e 34% trimestralmente , ambos os números também consideravelmente piores do que qualquer coisa vista durante a crise financeira em 2008.

No entanto, as ações estão muito abaixo de quando o medo do vírus atingiu o pico, e Wall Street parece estar precificando um cenário mais otimista.

Em contrapartida, a maioria das economias em desenvolvimento do mundo em um desligamento quase total para tentar impedir a propagação do coronavírus, Goldman vê um declínio do PIB no segundo trimestre de 11%. Isto quando comparado ao ano anterior e de 35% em relação ao trimestre anterior em uma base anualizada.

Hatzius disse que “os negócios como sempre” são improváveis ​​até que a vacina seja comprovadamente eficaz.

No entanto, disse ele, “pode ​​ser possível recuperar pelo menos parte da produção perdida com um aumento acentuado nos testes. Além das alterações mais limitadas nas práticas comerciais que diminuem o risco de infecção”. Ele apontou especificamente para fabricação e construção, citando especificamente a indústria automobilística. Segundo ele, poderia passar de 25% da capacidade em abril para 70% em maio.

Facebook Comments