Quanto Ganham e o que Fazem os Envolvidos em Startups

Quanto Ganha o Conselheiro de Startup?; Como encontrar um conselheiro adequado para sua startup?;

0
227
Quanto Ganham e o que Fazem os Envolvidos em Startups

Quanto ganham e o que fazem os envolvidos em startups? Para iniciar uma startup a maioria dos empreendedores necessitam de alguma assessoria além de investimentos. O conselheiro de startups, em outras palavras,  advisor ou mentor, tem como papel orientar o empreendedor na estruturação de seu negócio. Além de apoiá-lo na captação de investimentos.

A dedicação ao projeto varia dependendo da complexidade do mesmo. Pode ser necessário de 4 a 8 horas por mês por um período de 2 a no mínimo 6 meses.

Além do conselheiro que acompanha todo o projeto, existe também a necessidade de alguns prestadores de serviço para trabalhos específicos e técnicos. Trabalhos estes indispensáveis na constituição empresarial da startup.

Alguns exemplos de prestadores são os advogados, contadores, desenvolvedores entre outros. Estes profissionais prestadores de serviço também podem ser conselheiros.

Quanto  Ganha o Conselheiro de Startup?

Tanto o  conselheiro quanto o prestador de serviços de startups podem receber como remuneração, um percentual de participação societária na startup. Isto é feito calculando o tempo (em horas/semana) e o período (em meses) dedicados. Bem como por resultados gerados pela execução do trabalho. Desta forma o valor que cobraria em dinheiro é convertido em participação percentual da startup. Funciona como se fosse um investimento do conselheiro/prestador de serviço na empresa.

Em outras palavras, suponha que um conselheiro ou prestador receba R$ 200,00/hora por serviços e dedique um total de 5 horas/mês por 6 meses, o que equivale ao valor de R$ 6.000,00. O conselheiro e o empreendedor decidem que o valor será convertido por um valuation de R$ 100.000,00 da empresa. Sendo assim, a participação do conselheiro na empresa seria de 6%.

Em adição, o conselheiro também pode buscar clientes  e ser comissionado por isso. Se conseguir um cliente de R$2.000,00, isto pode ser convertido em mais 2% do valor da empresa. Lembre-se que estes valores são apenas hipotéticos como exemplo prático.

Todo modelo pode ser modificado se necessário

O modelo de remuneração acima é hipotético cada empresa deve acordar com seu conselheiro o que acharem adequado. Caso o empreendedor tenha capital disponível é uma opção pagar pelo serviço em dinheiro. Não sendo necessário conceder participação no negócio.

Em contrapartida, o conselheiro/prestador que  auxilia na captação de investimento anjo, o percentual que receberia sobre o valor captado deve ser convertido em participação na startup. O pagamento em dinheiro pode atrapalhar a negociação com o investidor anjo. Entretanto, para captação de investimento de fundos venture capital é comum o advisor receber em espécie.

Qual o Perfil de um Conselheiro?

São profissionais que tem boa qualificação e ótima experiência profissional. Isto inclui os próprios investidores-anjo na fase anterior ao investimento. É muito comum que um empreendedor procure potenciais investidores para serem seu conselheiro. Após a fase de estruturação do negócio este conselheiro talvez possa tornar-se investidor da empresa.

No entanto, a clareza desde o primeiro momento entre as possibilidades deste relacionamento é fundamental. Por esta razão não se deve criar expectativas que sejam frustradas no futuro. Dentro desta linha de trabalho é cada vez mais comum a busca pelo Smart Money, preparamos um um material sobre este assunto para lhe auxiliar. Este tipo de investidor é um achado para uma startup.

Como encontrar um conselheiro adequado para sua startup?

Para encontrar um conselheiro, procure na sua rede de relacionamento profissionais experientes que tenham o conhecimento que você precise. Pode ser professores, empresários, empreendedores, executivos e profissionais liberais bem sucedidos.

Você pode solicitar indicação de conhecidos caso não tenha contatos diretos. Aconselhamos fortemente que se torne um membro de nosso Clube Investidores Brasil. A sua filiação ao clube não custa nada, e você terá acesso a networking, materiais e eventos exclusivos para lhe ajudar no desenvolvimento de sua startup.

Existe ainda, a possibilidade de seu projeto receber investimento de membros do Clube Investidores Brasil. Caso tenha dificuldades ao longo deste processo entre em contato conosco. Veja como podemos ajudá-lo.

Talvez você precise de ajudas para desenvolver ou melhorar o mecanismo de vendas de sua empresa. Temos um material rico para lhe guiar nesta empreitada e lhe ensinar como estruturar suas vendas.

Se acima de tudo, sua questão for gestão financeira. Entenda os erros mais comuns da gestão financeira nas empresas.