Dívida do PIB deve ter pico em 2020 se acordo com previsão do Tesouro

0
258
Dívida do PIB deve ter pico

Dívida do PIB deve ter pico em 2020 se acordo com previsão do Tesouro. Contudo, o Tesouro Nacional reduziu nesta terça-feira a projeção para o nível da dívida bruta do setor público no final deste ano para 77,3% do PIB (Produto Interno Bruto). A estimativa anterior era de 80,8% divulgada no final de outubro.

Entretanto, com a reavaliação do Tesouro em seu cenário central, a projeção é que a dívida bruta atingirá o pico de 78,2% do PIB em 2020 e depois passará a recuar, chegando a 67,3% do PIB no final de 2028.

Em contrapartida, os fatores que viabilizaram a reavaliação dos números divulgados anteriormente foram as arrecadações do setor de petróleo. Além dos números divulgados pelo IBGE para o PIB do terceiro trimestre.

A redução do estoque de compromissadas do Banco Central e a devolução ao Tesouro, por parte do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), de empréstimos concedidos anteriormente no valor de 30 bilhões de reais também influenciaram.

Veja também:

Selic deve cair na última reunião do ano do Copom.

O Tesouro então também simulou a trajetória da dívida bruta nesses cenários. Com o déficit de 80 bilhões de reais este ano, a dívida pública iria a 76,9% do PIB. Com o déficit de 60 bilhões de reais, a dívida ficaria em 76,6% do PIB.

Em outras palavras, em linha com a previsão de outubro o Tesouro continua prevendo que o país só voltará a registrar superávits primários a partir de 2023, após nove anos consecutivos de déficit.

Facebook Comments